QUALIDADE DE VIDA DE SERVIDORES DE EQUIPES DO NÚCLEO AMPLIADO DE SAÚDE DA FAMÍLIA E ATENÇÃO BÁSICA DE UMA CAPITAL NO NORTE DO PAÍS

Brenda Freitas Mesquita, Alvaro Antonio de Abranches Campos, Matheus Morbeck Zica, Thaizi Campos Barbosa

Resumo


OBJETIVO: Avaliar a correlação entre Percepção da Qualidade de vida e Qualidade de Vida no Trabalho dos servidores da Saúde de equipes do NASF. MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa com objetivo metodológico exploratório, de natureza quantitativa e procedimento transversal, composta por servidores da saúde de equipes do NASF. A coleta de dados foi realizada por meio de formulário online por ser em período da pandemia da COVID-19. Este formulário continha questões para caracterização da amostra, bem como para avaliar a Percepção da Qualidade de Vida e da Qualidade de Vida no Trabalho dos participantes. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos com o número CAAE: 30237820.5.0000.9187. RESULTADOS: Participaram da pesquisa 36 servidores, sendo maioria do sexo feminino, em relação aos aspectos de trabalho, foi observado que a maioria são residentes e com carga horária acima de 30 horas semanais. O domínio de relações sociais apresentou maior média e o Meio ambiente a menor, na Percepção da Qualidade de Vida e, em relação a Qualidade de Vida no Trabalho, a esfera Psicológica e Comportamental apresentou a maior e a Ambiental e Organizacional a menor média. Houve correlação entre a percepção da qualidade de vida com a qualidade de vida no trabalho. CONCLUSÃO: Foi observado uma correlação positiva entre a qualidade de vida dos servidores e qualidade de vida no trabalho, representando assim que a qualidade de vida interfere diretamente na qualidade de vida no trabalho.

DOI: 10.36692/v13n3-19


Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Qualidade de Vida; Saúde do Trabalhador; Serviços de Saúde do Trabalhador; Pessoal de Saúde

Referências


Pereira ÉF, Teixeira CS, dos Santos A. Qualidade de vida: abordagens, conceitos e avaliação. Revista brasileira de educação física e esporte. 2012 Jun 1;26(2):241-50.

Minayo MC, Hartz ZM, Buss PM. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciência & saúde coletiva. 2000;5:7-18.

World Health Organization. Promoción de la salud: glosario. Ginebra: Organización Mundial de la Salud; 1998.

Ribeiro LA, Santana LC. Qualidade de vida no trabalho: fator decisivo para o sucesso organizacional. Revista de Iniciação Científica–RIC Cairu. 2015 Jun;2(02):75- 96.

Chiavenato I. Gestão de pessoas. Elsevier Brasil; 2008.

Dessen MC, Paz MD. Bem-estar pessoal nas organizações: o impacto de configurações de poder e características de personalidade. Psicologia: teoria e pesquisa. 2010 Sep;26(3):549-56.

Carreiro GS, de Oliveira Ferreira Filha M, Lazarte R, Silva AO, Dias MD. O processo de adoecimento mental do trabalhador da Estratégia Saúde da Família*. Revista Eletrônica de Enfermagem. 2013 Jan 1;15(1).

Medeiros AJS, Nóbrega MM. O estresse entre os profissionais de enfermagem nas unidades de atendimento de urgência e emergência: Uma revisão de literatura. Revista Brasileira de Educação e Saúde. 2013;3(3).

Araújo FD, Brito OD, Lima MM, Neto NM, Caetano JÁ, Barros LM. Avaliação da qualidade de vida dos profissionais de enfermagem do atendimento pré-hospitalar. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho. 2018;16(3):312-7.

Soares JP, Barbosa TC, Silva BK, Zica MM, da Silva Maciel E, Batello GV, Silva SM, Quaresma FR. Qualidade de vida, estresse, nível de atividade física e cronotipo dos auxiliares/técnicos de enfermagem em unidades de pronto atendimento em Palmas/TO. Revista CPAQV-Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida- CPAQV Journal. 2017;9(1).

Carreiro GS, de Oliveira Ferreira Filha M, Lazarte R, Silva AO, Dias MD. O processo de adoecimento mental do trabalhador da Estratégia Saúde da Família*. Revista Eletrônica de Enfermagem. 2013 Jan 1;15(1).

Brasil, Ministério da Saúde. Portaria nº 154, de 24 de janeiro de 2008. Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família-NASF. (Publicada no D.O.U. nº 43, de 04/03/2008, Seção 1, fls. 38 a 42). 2008.

Scalco SV, Lacerda JT, Calvo MC. Modelo para avaliação da gestão de recursos humanos em saúde. Cadernos de Saúde Pública. 2010 Mar;26(3):603-14.

Leite DF, Nascimento DD, Oliveira MA. Qualidade de vida no trabalho de profissionais do NASF no município de São Paulo. Physis: Revista de Saúde Coletiva. 2014;24(2):507-25.

Palmas, Secretária de Saúde. Atenção Básica e secundária: saiba quais serviços cada uma oferece na Saúde Municipal. Palmas, 2019.

Fleck M, Louzada S, Xavier M, Chachamovich E, Vieira G, Santos L, Pinzon V. Aplicação da versão em português do instrumento abreviado de avaliação da qualidade de vida" WHOQOL-bref". Revista de saúde pública. 2000;34:178-83.

Pedroso B, Pilatti LA, Gutierrez GL, Picinin CT. Construção e validação do TQWL-42: um instrumento de avaliação da qualidade de vida no trabalho. Revista de Salud Pública. 2014;16:885-96.

Oliveira GL, Bordin D, Fadel CB, Cabral LP, Lima ML, Krum EA. Qualidade de vida entre residentes multiprofissionais em saúde. Revista Stricto Sensu. 2019;4(2).

Lourenção Luciano Garcia. Qualidade de vida, engagement, ansiedade e depressão entre gestores de Unidades da Atenção Primária à Saúde. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [Internet]. 2018 Dez

[citado 2021 Fev 14] ; ( 20 ): 58-64.

Zanei SS, Oliveira RA, Whitaker IY. Qualidade de vida dos profissionais de saúde dos programas de residências multidisciplinares. Revista de Enfermagem da UFSM. 2019 Oct 2;9:35.

Melo BD, Pereira DR, Serpeloni F, Kabad JF, Souza MS, Rabelo IV, Noal DD, Damásio F, Freitas CM. Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia COVID- 19: recomendações para gestores. 2020

Cahú RA, Santos AC, Pereira RC, Vieira CJ, Gomes SA. Estresse e qualidade de vida em residência multiprofissional em saúde. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas. 2014 Dec;10(2):76-83.

Pedroso B, PILATTI L. Desenvolvimento do TQWL-42: um instrumento de avaliação da qualidade de vida no trabalho. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Dissertação de Pós-Graduação. Ponta Grossa. 2010.

Barbosa ML, Menezes TN, Santos SR, Olinda RA, Costa GM. Qualidade de vida no trabalho dos profissionais de saúde no sistema prisional. Ciência & Saúde Coletiva. 2018;23:1293-302.

Pinto GM, Pedroso B, Pilatti LA. Qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho de servidores públicos do setor administrativo de uma instituição de ensino superior do Paraná. Revista Brasileira de Qualidade de Vida. julho-setembro. 2014;6(3).

Gomes Moreira AS, Amorim Santino T, Ferreira Tomaz A. Qualidade de vida de professores do ensino fundamental de urna escola da rede pública. Ciencia & trabajo. 2017 Apr;19(58):20-5.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.