O IDOSO COMO FATOR DE RISCO EM ÉPOCA DE COVID-19

Renner Cooper Silva, Brendon Ramos da Silva Magalhães, Selma Cristina Fernandes, Josinei Leandra Valeretto

Resumo


A partir da pesquisa, com base no estudo ao envelhecimento e do isolamento social, dispondo de maneira geral, advém de forma humanitária permitindo uma efetivação e implantação destes idosos, preteridos aos olhos da população.  Sendo assim, este artigo propõe uma discussão ampla, baseado ao grupo prioritário dos idosos, ponderando o condicionamento físico e mental, no decorrer da pandemia. Evidenciando uma pesquisa de campo exploratória, com a aplicação de dois questionários; um de Qualidade de Vida que é validado, possuindo sete perguntas e outro questionário de Distanciamento Social possuindo oito perguntas, trata-se de dois questionários com quinze perguntas objetivas no formato de pesquisa de opinião para idosos de grau um, aplicado nas cidades de Itapagipe - MG e São José do Rio Preto - SP, cada cidade aplicou trinta questões ao todo, computando a participação de sessenta idosos, destes idosos continham homens e mulheres. Mentalizando este processo dialógico e transpondo-o para a relação entre os idosos e as atividades diárias, são encontradas diversas lacunas que permitem uma análise sobre o alcance da prevenção na saúde da população idosa, física e psicológica, tendo em vista a dificuldade acoplada na atualidade. Assim, é válido ressaltar que o potencial de participação social no processo da melhora da qualidade de vida destes idosos, só funciona com a responsabilidade da população, tomando medidas parcializadas, com o intuito de prevenir possíveis condições de saúde no futuro, priorizando uma boa velhice.

DOI: 10.36692/v13n3-13


Palavras-chave


Covid-19, idosos, isolamento, estatísticas, idade

Referências


Araújo, L. Como a alimentação pode melhorar a imunidade?

.UFPE. Pernambuco, 17, abril e 2020. [Acesso em 05 set de 2020.] Disponível em https://www.ufpe.br/documents/40615/2577401/Cartilha+Alimentacao+e+imunidade-versao+final.pdf/ad1a595d-1a6c-4711-a084-25332572cb41.

Tavares, N.P.N. Atenção à saúde da pessoa idosa e Covid-19: orientações para um enfrentamento saudável. Repository, Recife - PE,2020. [Acesso em 05, set de 2020.] Disponível em https://repository.ufrpe.br/bitstream/123456789/2332/1/Cartilha_saudepessoaidosaCOVID19.pdf.

Mendes Oliveira, V. ISOLAMENTO SOCIAL DE IDOSOS FRENTE O COVID-19: Afeto e cuidado em tempos de pandemia. Periodicos, 2020. [Acesso em 05, set de 2020]. Disponível em https://periodicos.uff.br/confluencias/article/download/42986/25353/149470.

Bandeira de Mello, R. Posicionamento da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia sobre modificações do protocolo do Ministério da Saúde para tratamento da COVID-19. Sbgg, Rio de Janeiro – RJ. [Acesso em 05, set de 2020]. Disponível em: https://sbgg.org.br/posicionamento-da-sociedade-brasileira-de-geriatria-e-gerontologia-sobre-modificacoes-do-protocolo-do-ministerio-da-saude-para-tratamento-da-covid-19/.

Silva Santos, S. Isolamento social: um olhar a saúde mental de idosos durante uma pandemia do COVID-19. Researchgate, Campina Grande - RS, maio de 2020. [Acesso em 05, set de 2020]. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/341559210_Isolamento_social_um_olhar_a_saude_mental_de_idosos_durante_a_pandemia_do_COVID-19.

Dias, B. Pandemia da Covid-19 e um Brasil de desigualdades: populações vulneráveis e o risco de um genocídio relacionado à idade. Abrasco, 31de março de 2020. [Acesso em 05, set de 2020]. Disponível em: https://www.abrasco.org.br/site/gtenvelhecimentoesaudecoletiva/2020/03/31/pandemia-do-covid-19-e-um-brasil-de-desigualdades-populacoes-vulneraveis-e-o-risco-deum-genocidio-relacionado-a-idade/.

Andrade, L. Título do artigo. Circulation Research, Dallas, Texas. Data de Publicação: 31, março, 2021. [Acesso em 19 set 2021]. Disponível em https://www.ahajournals.org/doi/10.1161/CIRCRESAHA.121.318902.

Vasconcelos, Y. Coronavírus: a importância de fazer testes em larga escala, Saúde Abril, 13 de abril de 2020 às 18:34. [Acesso em 05 set 2020]. Disponível em https://saude.abril.com.br/medicina/coronavirus-importancia-de-testes/.

Noronha, N. Avaliação Integrada Da Saúde Do Idoso Durante A Pandemia Do Covid-19: Fatores De Risco, Repercussões Na Saúde E Impactos Psicológicos. UNIFACIG, Manhuaçi – Mg. Junho/2021. Acesso em 10 ago 2021. Disponível em http://pensaracademico.facig.edu.br/index.php/congressogeriatria/article/download/2636/1929.

Gordilho Souza, J. Cuidado com o Idoso no contexto da Covid19. Telessaúde. Salvador -BA, 16 de junho de 2020. Disponível em: < https://revistacientifica.hospitalsantaizabel.org.br/index.php/RCHSI/issue/download/19/26>. Acesso em: 05, setembro de 2020.

Norbet, E. N. A solidão dos moribundos: seguido de envelhecer e morrer. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor; 2001. [Acesso em 14 de set de 2021]. Disponível em http://www.fafich.ufmg.br/ppgs/wp-content/uploads/2020/09/5-ELIAS-Nobert.-A-solid%C3%A3o-dos-moribundos..._livro-todo.pdf.

Cunha, D. Sintomas Clínicos De Pacientes Recuperados Da Covid-19 Em Regiões Da Amazônia Oriental. 14 de novembro de 2020.[ Acesso em 14 de set 2021.] Disponível em https://www.nucleodoconhecimento.com.br/saude/amazonia-oriental.

Zandifar, A. Saúde mental iraniana durante a epidemia de COVID-19, Elsevier BV, julho de 2020. [Acesso em 14 de set 2021]. Disponível em https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1876201820300988?via%3Dihub.

Brooks, S. K. et al. El impacto psicológico de la cuarentena y cómo reducirla: revisión rápida de las pruebas. Lancet, v. 395, p. 912-20, 2020. Acesso em 14 set 2021. Disponível em https://apmadrid.org/Images/actividades/BROOKS%20SK%20et%20al.%20El%20impacto%20psicologico%20de%20la%20cuarentena%20%20y%20como%20reducirla.pdf.

Ribeiro, E. G. et al. Saúde Mental na Perspectiva do Enfrentamento à COVID-19: Manejo das Consequências Relacionadas ao Isolamento Social. Revista Enfermagem e Saúde Coletiva-REVESC, v. 5, n. 1, p. 47-57, 2020.

COVID-19 em idosos: por que eles são mais vulneráveis ao novo coronavírus?

Previva, Blumenau -SC, 23 de abril. [Acesso em 05 set 2020]. Disponível em http://previva.com.br/covid-19-em-idosos/.

FONTE e metodologia dos dados. Coronavírus Covid-19, Governo do Estado Do Espírito Santo, OMS, 2020. [Acesso em 05 set de 2020]. Disponível em https://saude.es.gov.br/Media/sesa/coronavirus/Plano%20Estadual%20de%20Preven%C3%A7%C3%A3o%20e%20Controle%20COVID.19.Ago.20.pdf.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.