JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020: PARA ALÉM DO ESPETÁCULO MIDIÁTICO, O REFORÇO DAS DESIGUALDADES

Carlos Henrique Prevital Fileni, Bráulio Nascimento Lima, Klebson da Silva Almeida, Gustavo Celestino Martins, Leandro Borelli de Camargo, José Ricardo Lourenço de Oliveira, Marcelo Francisco Rodrigues, Adriano de Almeida Pereira, Luis Felipe Silio, Ricardo Pablo Passos, Guanis de Barros Vilela Junior

Resumo


Introdução: Encerrados os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020/2021 mais uma vez constatou-se o mesmo cenário que, apesar do discurso oposto e oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI), talvez as olimpíadas não sejam inclusivas como prega o ideário dos gestores do evento. Soma-se a isso a recorrente politização da mesma, com boicotes e punições a países com claros vieses, onde alguns são punidos e outros não. Esse cenário reforça a percepção de que para além de um grande negócio, os esportes olímpicos podem ser o maior evento midiático de exclusão do mundo. Objetivos: 1) realizar a estatística descritiva dos países medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio; desenvolver e comparar dois algoritmos de machine learning para classificar o IDH dos países em função das medalhas obtidas. 2) refletir sobre a natureza segregatória e ideológica do maior evento esportivo midiático da sociedade líquida. Métodos: Os dados foram coletados nas publicações do COI, sendo considerados os países medalhistas. Os algoritmos com os classificadores que utilizam a regressão linear e a árvore de decisão foram desenvolvidos em Python 3.1. Foi utilizado o software SPSS(R) 26.0, para os cálculos da estatística descritiva, sendo p<0,05. Resultados: Países com maiores IDHs tendem a obter maior número de medalhas; mas isso não é uma regra geral. Os algoritmos desenvolvidos mostraram forte associação entre IDH e número de medalhas, podendo auxiliar no desenvolvimento de estratégias de gestão olímpicas mais eficientes, ou seja, aquelas onde o dinheiro público para as Olimpíadas seja mais investimento do que gasto. Conclusão: O Brasil pode melhorar seus resultados em olimpíadas à medida que investir em políticas públicas aplicadas na escola básica, na saúde e promovendo a qualidade de vida de sua população, assim, sendo um belo exemplo para o mundo.

DOI: 10.36692/v13n3-4


Palavras-chave


Olímpiadas, IDH, desigualdades.

Referências


Salem M, de Azevedo EA. Participação do Brasil nos Jogos Olímpicos. Revista de Educação Física/Journal of Physical Education. 2004;73(1):35-.

Lima CR, Takaki EK, Colantuono ACdS. Possíveis impactos socioeconômicos das olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. 2016.

Folha de São Paulo: Como calcular o IDH. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/20061108-idh-calculo.pdf

Governo do Brasil [página na internet]. Olimpíadas Tóquio. Time brasileiro em Tóquio tem 80% dos esportistas com Bolsa Atleta. [acesso em 03 de setembro de 2021]. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/noticias/cultura-artes-historia-e-esportes/2021/07/time-brasileiro-em-toquio-tem-80-dos-esportistas-com-bolsa-atleta

Governo do Brasil [página na internet]. Olimpíadas Tóquio. Com 21 medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Brasil tem seu melhor resultado [acesso em 30 de agosto de 2021]. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/noticias/cultura-artes-historia-e-esportes/2021/08/com-21-medalhas-nos-jogos-olimpicos-de-toquio-brasil-tem-seu-melhor-resultado

Comitê Olímpico Brasileiro. Tóquio 2020. 23/07 A 08/08 Jogos Olímpicos de Verão [acesso em 30 de agosto de 2021]. Disponível em: https://www.cob.org.br/pt/cob/time-brasil/brasil-nos-jogos/participacoes/toquio-2020/

International Olympic Committee. Olympic Medal Count [acesso em 30 de agosto de 2021]. Disponível em: https://olympics.com/tokyo-2020/olympic-games/en/results/all-sports/medal-standings.htm

How Much Do Olympic (Both Summer And Winter) Athletes Earn? [acesso em 30 de agosto de 2021]. Disponível em: https://www.moneyunder30.com/how-much-do-olympic-athletes-earn

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.