ANALISE E COMPARAÇÃO DA CAPACIDADE FÍSICA FORÇA EM PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO E CROSSFIT®: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Luan Yuri Saraiva Lima, Thiago dos Santos Cruz, Yuri Soares Pinto, Ricardo Pablo Passos, Luís Felipe Silio, Edenilson Correa Silva, Mariela de Santana Maneschy, Klebson da Silva Almeida, Bráulio Nascimento Lima, Guanis de Barros Vilela Junior

Resumo


O treinamento de força é praticado dês da antiguidade, evoluindo para uma tecnologia de treinamento muito elaborada que é base de várias modalidades de atividades/exercícios físicos, como ocorre na musculação e no CrossFit®. O presente estudo buscou avaliar e comparar a capacidade física força de praticantes de musculação e CrossFit® através de uma análise da literatura, para trazer à tona uma visão crítica a respeito dos mecanismos envolvidos no desenvolvimento. Ao analisar o conceito de força interna e externa, podemos concluir que em atividades que utilizem os mesmos equipamentos e movimento, também podemos ter ganhos similares, porém as metodologias empregadas influenciam nos resultados do desenvolvimento da capacidade física força.

DOI: 10.36692/v13n3-1


Palavras-chave


Musculação; CrossFit®; Capacidade física força; treinamento de força.

Referências


DiPrimio P. The World of CrossFit: Mitchell Lane; 2020.

Wagener S, Hoppe MW, Hotfiel T, Engelhardt M, Javanmardi S, Baumgart C, et al. CrossFit®–Development, Benefits and Risks. Sports Orthopaedics and Traumatology. 2020.

Liokaftos D. Natural bodybuilding: An account of its emergence and development as competition sport. International Review for the Sociology of Sport. 2019;54(6):753-70.

Prestes J, Foschini D, Marchetti P, Charro M, Tibana R. Prescrição e periodização do treinamento de força em academias (2a edição revisada e atualizada): Editora Manole; 2016.

Ribeiro DM, Fagundes DS, Menezes MF. Biomecânica Básica dos Exercícios: Membros Inferiores: Editora Appris; 2019.

Taiar R. Introductory Chapter: Biomechanics, Concepts and Knowledge. Recent Advances in Biomechanics: IntechOpen; 2020.

Corrêa DA, Rizatto GF, Marchetti PH, Lopes CR. Breve revisão dos efeitos do treinamento de força com restrição vascular nas adaptações musculares de força e hipertrofia. Revista CPAQV–Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida| Vol. 2016;8(2):2.

de Paiva Montenegro L. Bodybuilding: positive aspects for slimming/Musculacao: aspectos positivos para o emagrecimento. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. 2014;8(43):100-6.

Fleck SJ, Kraemer WJ. Fundamentos do treinamento de força muscular: Artmed Editora; 2017.

Martins A, Pereira ÉF, Teixeira CS, Corazza ST. Relação entre força dinâmica máxima de membros inferiores e o equilíbrio corporal em praticantes de musculação. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano. 2010;12(5):375-80.

Vagetti GC, de Oliveira V. Estudo dos níveis de força muscular em idosas após um período de musculação. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR. 2003;7(1).

Uchida MC, Marchetti PH, Charro MA, Bacurau RFP. Manual de musculação: uma abordagem teórico-prática do treinamento de força. 2 ed: Phorte Editora LTDA; 2013.

Monteiro WD, Amorim PR, Farjalla R, Farinatti PT. Força muscular e características morfológicas de mulheres idosas praticantes de um programa de atividades físicas. Revista brasileira de atividade física & saúde. 1999;4(1):20-8.

Tortora GJ, Derrickson B. Corpo Humano-: Fundamentos de Anatomia e Fisiologia: Artmed Editora; 2016.

Ferreira AdCD, Acineto RR, Nogueira F, Silva A. Musculação: aspectos fisiológicos, neurais, metodológicos e Nutricionais. XI Encontro de Iniciação à Docência (UFPB-PRG). 2008.

de Oliveira J, Carneiro YP, Venâncio PEM. Incidência de lesões em praticantes de crossfit e musculação. International Journal of Movement Science and Rehabilitation. 2020;2(1):16-24.

Aragon AA, Schoenfeld BJ. Magnitude and Composition of the Energy Surplus for Maximizing Muscle Hypertrophy: Implications for Bodybuilding and Physique Athletes. Strength & Conditioning Journal. 2020;42(5):79-86.

Alves RC, Prestes J, Enes A, de Moraes W, Trindade TB, de Salles BF, et al. Training Programs Designed for Muscle Hypertrophy in Bodybuilders: A Narrative Review. Sports. 2020;8(11):149.

Silva AMdS, Moreira LS, Costa RdS, Sousa ARd, Alves GV, Cardoso GMP, et al. Corporeidade, masculinidades e o cuidado à saúde de homens frequentadores de academias de musculação. Revista de Divulgação Científica Sena Aires. 2020;9(4):761-72.

Silva AC, Ferreira J. Musculação e cotidiano laboral: significados atribuídos às dores corporais em uma academia de ginástica do Rio de Janeiro. Ciência & Saúde Coletiva. 2019;24:3969-76.

Menezes JACdP. Perfil dos praticantes de musculação de acordo com os objetivos, características do treino e nível de satisfação com a academia do Departamento de Educação Física da Universidade Federal da Paraíba 2019 [Available from: ttps://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/17581.

Sousa CA. A influencia da musculação no crescimento, tônus, força e obesidade de meninos entre 10 a 13 anos da escola Barão do rio Branco de Blumenal/SC. Kinesis. 2003(28).

NUNES FL, de SOUZA JA. Efeitos da musculação para adolescentes de 12 a 18 anos. Revista de Iniciação Científica da Universidade Vale do Rio Verde. 2012;1(2).

Gleison de Oliveira Aguiar, Rosa Costa Figueiredo, Josilene do Socorro Ribeiro Quaresma, Ricardo Pablo Passos, Carlos Henrique Prevital Fileni, Gustavo Celestino Martins, et al. Efeitos do Treinamento Resistido (TR) na Qualidade de Vida (QV) de Idosos: Revisão Bibliografica. CPAQV. 2021;13(1).

Menezes JACdP. Perfil dos praticantes de musculação de acordo com os objetivos, características do treino e nível de satisfação com a academia do Departamento de Educação Física da Universidade Federal da Paraíba. 2019.

Glassman G. Metabolic conditioning. CrossFit Journal. 2003;1(10):1-2.

Vermeil A, Helland E. La metodologia corretta. Coaching and Sport Science Journal. 1997;2(2):49-55.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.