INSTAGRAM® E EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UMA EXPERIÊNCIA VOLTADA PARA PREVENÇÃO DE ENGASGO EM JOVENS

Raimundo Benício De Vasconcelos Neto, Renata Gonçalves Silva Santos, Rebecca Shaiane Soares Nunes Rivoredo, Maria Eduarda Brotto de Souza, Iaryma Rêgo Ramos Pereira, Sofia Dos Santos Souza, Vinicius Barbosa De Oliveira Roque, Gesanaje Da Paz Carvalho, Liz Kéthone Monteiro Martins, Allyson Ryann José Da Silva Queiroz, Arlindo Gonzaga Branco Júnior, Sharon Rose Aragão-Macedo, Luis Felipe Silio

Resumo


O engasgo é um caso de emergência caracterizada pela obstrução parcial ou total das vias aéreas, o qual ocorre por meio um objeto estranho e pode acarretar complicações cardíacas e neurológicas. O engasgo é um reflexo fisiológico e involuntário do organismo para expelir alimentos ou objetos que tomam a via respiratória ao invés da digestória, em decorrência de uma falha, sem antecedente prévio, da epiglote. Esse quadro acontece em adultos, crianças e principalmente em bebês. As principais características apresentadas pelas vítimas consistem em apneia, tosse, ruídos e chiados durante a respiração, além de dificuldade na fala e cianose. Nesse contexto, os índices de morbimortalidade associados à obstrução de vias aéreas por corpo estranho, segundo o Ministério da Saúde, ultrapassam a marca de 100 casos por ano exclusivamente pela falta de socorro imediato, o que ressalta a importância do conhecimento prévio acerca do tema por parte da população em geral. Logo, existe uma necessidade de proporcionar instruções e conhecimento sobre como proceder ao presenciar uma situação de engasgo. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi desenvolver um conteúdo teórico digital a fim de elucidar sobre como reconhecer as possíveis vítimas de tais incidentes, bem como, exemplificar por meio de imagens como se deve agir adequadamente em cada situação. Além disso, o material criado visa instruir o leitor para a realização da manobra protocolada ao caso, respeitando a diversidade de situações e vítimas e tendo em vista a particularidade de cada uma.

DOI: 10.36692/v13n2-07


Palavras-chave


Ação Educativa; Engasgo; Educação em Saúde.

Referências


BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria Executiva, DATASUS. Mortalidade - óbitos por ocorrência segundo causa CID 10. Tabela. Brasília (DF): Ministério da Saúde; s.d. Disponível em www.tabnet.datasus.gov.br. Acesso em 23 de março de 2019.

BITTENCOURTE, P.F. S et al. Aspirações de corpos estranhos 2002. Disponível em www.scielo.com.br. Disponível em 03 de março de 2019.

LEITÃO, F B P. et al. Prevenção e atendimento inicial do trauma e doenças cardiovasculares: um programa de ensino. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 32, n. 4, p. 419-423, dezembro, 2008. Acesso em: 23 de março de 2019.

MOHR, Adriana; SCHALL, Virgínia T. Rumos da educação em saúde no Brasil e sua relação com a educação ambiental. Cadernos de Saúde Pública, v. 8, p. 199-203, 1992.

BORDENAVE, J. D.; PEREIRA, A. M. Estratégias de Ensino-Aprendizagem. Rio de Janeiro. Vozes, 1989.

ANTÔNIO, José Carlos. Uso pedagógico do telefone móvel (celular), Professor Digital, SOB, 13 de jan. 2010. Disponível em: https://professordigital.wordpress.com/2010/01/13/uso-pedagogico-do-telefonemovel-celular/ acessado em: 01 de dezembro 2018.

MIRANDA Júnior, Jaime. Redes sociais e a educação / Jaime Miranda Júnior. -- 2. ed. – Florianópolis: IFSC, 2013. 60 p.: il.; 28 cm.

BARBOSA, Claudia et al. Utilização do Instagram no ensino e aprendizagem de português língua estrangeira por alunos chineses na Universidade de Aveiro. Revista Latino-americana de Tecnologia Educativa, 16(1). 2017.

NETO, E. P. B.; SALES, J. R.; MACIEL, A. H. C.; CARDOSO, G. Y. R.; CORREIA, D. B. S.; VELOSO, A. F. de H.; DO ESPÍRITO SANTO, L. V.; DE CARVALHO, J. L.; BARBOSA, J. G. D.; BEZERRA, B. R.; ARAGÃO, G. F. Utilização de mídias digitais como meio de educação em saúde no contexto de emergências: extensão universitária. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 47-57, 2018. DOI: 10.5965.259464122247. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/12907. Acesso em: 27 jan. 2021.

OLIVEIRA, D R. MELO, J H B. OLIVEIRA, J V S. “Faça uma pergunta”: O Instagram Stories como ferramenta de ensino aprendizagem em biologia. In: Anais XVI Congresso Internacional de Tecnologia na Educação, Recife, p. 1-10, 2018.

Com 50 milhões de usuários, Brasil é segundo no ranking do Instagram, Folha de São Pulo, 2017. Disponível em < https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1931057-com-50-milhoes-de-usuarios-brasil-e-segundo-no-ranking-do-instagram.shtml >. Acesso em: 23 de março de 2019.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.