AS CONTRIBUIÇÕES DA ENFERMAGEM PARA A PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA MASCULINO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Andressa Silva Coelho, Gabriel Vinícius Reis de Queiroz, Gisele de Brito Brasil

Resumo


Objetivo da presente pesquisa foi identificar as contribuições da enfermagem para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama masculino. Trata-se de um estudo de revisão integrativa da literatura com a seguinte pergunta norteadora: quais as contribuições da enfermagem para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama masculino? Os estudos para esta pesquisa foram selecionados a partir da busca online nas seguintes bases de dados: SCIELO; PubMed e BVS. Os critérios de inclusão foram estudos que englobem as contribuições da enfermagem para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama masculino; artigos publicados em periódicos de forma completa, gratuita na língua inglesa e portuguesa; com período de publicação: 2010 a 2020. Foram excluídos os que apresentando os descritores adotados, não tratarem diretamente o conteúdo; e os artigos em duplicidade nas bases de dados utilizadas. Foram encontrados 744 estudos. Após análise dos títulos e resumos, e a aplicação dos critérios de inclusão estabelecidos, foram selecionadas 05 publicações. Identificou-se que a enfermagem é importante na atenção à saúde do homem, realizando ações de educação em saúde e auxiliando na detecção precoce do câncer de mama masculino. Conclui-se que ainda há poucos estudos sobre o tema havendo a necessidade maior apropriação sobre o papel da enfermagem nessa particularidade que é a saúde relacionada ao homem.

Palavras-chave


Enfermagem, Saúde do Homem, Prevenção, Câncer de Mama Masculino.

Referências


Instituto Nacional do Câncer (Brasil). ABC do Câncer – Abordagens Básicas para o Controle do Câncer. Rio de Janeiro: INCA [Internet]. 2012 [acesso em 22 abr 2021]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/inca/abc_do_cancer_2ed.pdf.

Carrara Sérgio, Russo Jane A., Faro Livi. A política de atenção à saúde do homem no Brasil: os paradoxos da medicalização do corpo masculino. Physis [Internet]. 2009 [citado 2021 maio 14]; 19(3): 659-678. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312009000300006&lng=en. https://doi.org/10.1590/S0103-73312009000300006.

Freitas MAS, et al; Perfil imuno-histoquímico de carcinomas mamários invasores em homens. J. Bras. Patol. Med. Lab. [Internet]. 2008 [citado em 23 abr 2021]; 44 (5): 375-380. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jbpml/v44n5/11.pdf.

Brasil. Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estimativa de casos para 2010. [acesso em 2021 maio 12]. Disponível em : http://www.inca.gov.br/estimativa/2010/.

Leme LHS, Souza GA. Câncer de mama em homens: Aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos. Rev. De Ciências Médicas 2006, 15(5):391-398.

Philoptts LE, Smith RA. Screening for breast cancer. Sem Roentgenology 2003; 38(1):19-33.

Hass P, Costa AB, Souza AP. Epidemiologia do câncer de mama em homens. Rev. Inst. Adolfo Lutz (Impr.) 2009. 68 (3).

Smolin Y, Massie MJ. Male Breast Cancer: A Review of the Literature and a Case Report. Psychosomatics. 2002; 43:326-30.

Lima, AP. de; Barbosa, LA.; Rocha, AC. Câncer de mama em homem jovem com ginecomastia: relato de caso. Rev Bras Mastologia; 2015; 25(3): 103-107.

Lopes, GSSP; Sardagna, MC; Iervolino; SA. Motivos que levam os homens a procurar um serviço de pronto atendimento. Rev. Enfermagem Revista; 2017; 20(2).

Salomon, MFB; Mendonça, JV; Pasquelette, HAP; Pereira, PMS; Sondermman, VRM. Câncer de mama no homem. Rev. Bras Mastologia; 2015; 25(4): 141-145.

Cavalcanti JRD, Ferreira JA, Henriques AHB, Morais GSN, Trigueiro JVS, Torquato IMB. Assistência Integral a Saúde do Homem: necessidades, obstáculos e estratégias de enfrentamento. Esc Anna Nery [Internet]. 2014 [citado em 29 abr 2021]; 18(4):628-634. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v18n4/1414-8145-ean-18-04-0628.pdf.

Ramos, SR; Rodrigues, LMS; Silva, TAS. M. O reconhecimento do enfermeiro na prevenção e diagnóstico do câncer de mama masculino. Revista Pró-univerSUS; 2015; 6(1): 09-11.

Nogueira, IS; Previato, GF; Baldissera, VDA; Paiano, M; Salci, MA. Atuação do Enfermeiro na Atenção Primária à Saúde na Temática do Câncer: Do Real ao Ideal. Rev. fundam. care. Online; 2019; 11(3): 725-731.

Souza Marcela Tavares de, Silva Michelly Dias da, Carvalho Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo) [Internet]. 2010 Mar [citado 2021 Mai 20]; 8(1): 102-106. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-45082010000100102&lng=en. https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134.

Al-Haddad M. Breast cancer in men: the importance of teaching and raising awareness. Clin J Oncol Nurs 2010 Feb; 14(1):31-32.

Ribeiro, WA; da Silva, ACV; Evangelista, DS. Câncer de mama masculino: contributos do enfermeiro na atenção primária de saúde. Revista Pró-UniverSUS. 2020 Jan./Jun.; 11 (1): 65-73.

Bootsma TI, Duijveman P, Pijpe A, Scheelings PC, Witkamp AJ, Bleiker EMA. Unmet informationneeds of men with breast cancer and health professionals.Psycho-Oncology.2020;29:851–860. https://doi.org/10.1002/pon.5356860.

Lima AA. “Do rosa ao azul” no câncer de mama: uma pesquisa bibliográfica sobre a neoplasia mamária nos diferentes gêneros. Rev. Eletrôn. Atualiza Saúde 2015, 1(1): 42-50.

Ramos SS, Rodrigues LMS, Silva TASM da, Balbino CM, Souza MMT e, Silvino ZR. Conhecimentos, mitos e implicações para o cuidado de enfermagem no câncer de mama masculino. REAID [Internet]. 8 abr.2019 [citado 15 maio 2021]; 83(21). Disponível em: https://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/287

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.