FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SUAS PERCEPÇÕES

Anderson dos Santos Carvalho, Guanis de Barros Vilela Junior, Jair Rodrigues Garcia Junior, Mariana Pardinho Lacerda, Pedro Pugliesi Abdalla, Ricardo Pablo Passos, Aline Madia Mantovani, Luis Alberto Benavides Roca, Paulo Ricardo Silva de Carvalho, Viviane Aline Rosa

Resumo


O objetivo do estudo foi compreender as percepções construídas nas formações docente e formação profissional em Educação Física através de suas trajetórias. Método: Foi realizado um levantamento bibliográfico em artigos científicos, utilizando-se as palavras-chave “docente”, “educação física” e “formação profissional”, exclusivamente na língua portuguesa. A pesquisa foi de revisão bibliográfica, na perspectiva de levantamento de autores que discutem a temática da formação docente em Educação Física. Resultados: Identificou-se que os profissionais em Educação Física têm como papel facilitar o acesso e a apropriação crítica da Cultura Corporal, por meio do movimento e do saber sobre esse. Estes profissionais devem desenvolver a consciência dos indivíduos sobre a prática de exercício físico e aumento da prática de atividade física como meios eficazes para proporcionarem um nível de excelência em sua qualidade de vida. Conclusão: Diante da discussão a respeito das percepções construídas na formação docente e formação profissional em Educação Física em tempos de profundos questionamentos acerca do modelo de escola que, ainda majoritariamente, tem um viés conteudista, fica evidente a necessidade de se questionar acerca do modelo hegemônico de formação destes futuros profissionais. O espaço escolar e formativo não é uma superestrutura que com suas mazelas seria a responsável pelo colapso educacional que o Brasil vive nas últimas décadas. 


Palavras-chave


Cultura Corporal. Formação Docente. Professor.

Referências


Hildebrandt-Stramann R, Oliveira AABd, Hatje M, Palm LE. A formação do professor de educação física: da didática das disciplinas ao conhecimento do ensino. Movimento Revista de Educação Física da UFRGS. 2021;27(1):1-18.

Betti M. Educação Física e mídia: novos olhares, outras práticas. 1 ed. São Paulo: Editora Hucitec; 2003.

Taffarel CNZ, Lacks S. Formação humana e formação de professores: contribuições para a construção do projeto histórico socialista. Anais XV Congresso Brasileiro Ciências do Esporte. 2007;1(1):1-9.

Ghilardi R. Formação profissional em Educação Física: a relação teoria e prática. Motriz. 1998;4(1):1-11.

Minayo MCS, Gomes R, Deslandes SF. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Editora Vozes; 2007.

Abdalla MFB. O senso prático de ser e estar na profissão. 1 ed. São Paulo: Editora Cortez; 2006.

Bernardi AP. A formação continuada na trajetória profissional de professores de Educação Física. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); 2008.

Carvalho AS. Análise dos conteúdos virtuais relativos a vídeos sobre a cultura corporal e Educação Física. Piracicaba: Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP; 2013.

Carvalho AS, Vilela Junior GB, Abdalla PP, Mantovani AM, Roca LAB, Garcia Júnior JR, et al. Tecnologias da Informação e suas Transformações na Educação. Revista Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida CPAQV. 2021;13(2):1-7.

Carvalho AS, Vilela Junior GB, Abdalla PP, Mantovani AM, Garcia Júnior JR, Lacerda MP, et al. Tecnologias da Informação e a Difusão de Significados Atribuídos Aos Elementos da Cultura Corporal. Revista Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida CPAQV. 2021;13(2):1-7.

Neto VM, Molina RMK. A identidade e perspectiva da Educação Física na América do Sul. Campinas/Rio de Janeiro: Autores Associados/Prosul; 2003.

Rocha CCM. Formação inicial de professores de Educação Física no Brasil: das determinações legais às práticas institucionalizadas na Educação Infantil. Coimbra: Universidade de Coimbra; 2018.

Basei AP. O desenvolvimento profissional e a construção da identidade do professor de Educação Física do ensino superior. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); 2009.

Carvalho AS, Vilela Junior GB. YouTube e seus conteúdos vídeográficos sobre a cultura corporal e educação física. Revista Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida CPAQV. 2013;5(1):1-11.

Fernando A. As tecnologias nas aulas de Educação Física Escolar. Educação Pública. 2017;1(1):1-5.

Kunz E. Formação profissional em Educação Física: revisões e alienações. Motrivivência. 2003;1(20):189-97.

Soares CL. Metodologia do ensino de Educação Física. 8 ed. São Paulo: Editora Cortez; 1992.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.