A GESTÃO PÚBLICA E A SAÚDE DO HOMEM

Rita Pereira Cruz Ribeiro, Bruno Ferreira Ribeiro, Alderise Pereira Quixabeira, Carolina Freitas do Carmo Rodrigues, Cristina Vianna Moreira dos Santos, Ruhena Kelber Abrão Ferreira

Resumo


Os homens vivem, em média, sete anos a menos que as mulheres e têm maior incidência de doenças graves e crônicas, acessando o sistema de saúde por meio da atenção especializada, tendo como consequência o agravamento da sua situação de saúde. No enfrentamento dessa realidade a Política Nacional de Saúde do Homem tem como objetivo facilitar e ampliar o acesso dele aos serviços de saúde. Este trabalho tem como objetivo geral refletir sobre a gestão em saúde do homem e políticas públicas acessíveis que versam sobre essa temática. Para alcança-lo foram realizadas pesquisas bibliográficas com consequente abordagem sobre a gestão pública em saúde, a saúde do homem e as ações públicas para melhorar a saúde do homem. Foi possível evidenciar que ainda são necessários esforços do poder público para que os aspectos fundamentais para uma gestão voltada para os cuidados com a saúde do homem, se torne de excelência de modo a expor sobre o processo de gestão relacionado à eficiência e excelência.Palavras-cha

Palavras-chave


Gestão pública; Homem; Saúde; Política; Prevenção

Referências


Lemos A, Ribeiro C, Fernandes J, Bernardes K, Fernandes R. Saúde do homem: os motivos da procura dos homens pelos serviços de saúde. Revista de Enfermagem UFPE on line [Internet]. 2017 Set 23; [Citado em 2021 Abr 20]; 11(11): 4645-4652.Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/231205

- . Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. 2008. Disponível em bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_atencao_saude_homem.pdf. Acesso em 15 jun. 2018

- Treinta F, Filho J, Santana A, Rabelo L. Metodologia de Pesquisa Bibliográfica com a Utilização de Método Multicritério de Apoio à Decisão. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-65132014000300002. Acesso em: 12 Jul. 2018

- Lorenzetti J, Lanzoni GM, Assuiti L, Pires D, Ramos F. Gestão em saúde no Brasil: diálogo com gestores públicos e privados. Texto contexto - enferm. [Internet]. 2014 June [cited 2021 Apr 20]; 23(2): 417-425. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010407072014000200417&lng=en.

- Andrade, E. T. D., Martins, M. I. C., & Machado, J. H. (2012). O processo de construção da política de saúde do trabalhador no Brasil para o setor público. Configurações. Revista Ciências Sociais, (10), 137-150.

- . Lei nº 9.263, de 12 de janeiro de 1996, que regula o § 7º do art. 226 da Constituição Federal, que trata do planejamento familiar, estabelece penalidades e dá outras providências. Disponível em www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9263.htm. Acesso em 11 Jun. 2018.

- Brasil. Constituição Da República Federativa do Brasil: 1988 – texto constitucional de 05 de outubro de 1988 com alterações adotadas pelas Emendas Constitucionais de nº 1 a 6, de 1994. – 26 ed. – Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2006.

- Malta, D. C., Morais Neto, O. L., Silva, M. M. A. D., Rocha, D., Castro, A. M. D., Reis, A. A. C. D., & Akerman, M. (2016). Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS): capítulos de uma caminhada ainda em construção. Ciência & Saúde Coletiva, 21, 1683-1694.

- Ferreira, M. Desafios da política de atenção à saúde do homem: análise das barreiras enfrentadas para sua consolidação. Revista Eletrônica Gestão & Saúde ISSN:1982-4785. Disponível em http://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/23011. Acesso em 25 de mai. 2018.

- Rodrigues, J. F., & Ribeiro, E. R. (2012). O homem e a mudança de pensamento em relação à sua saúde. Caderno Saúde e Desenvolvimento, 1(1), 74-86.

- Schwarz, E., Gomes, R., Couto, M. T., Moura, E. C. D., Carvalho, S. D. A., & Silva, S. F. C. D. (2012). Política de saúde do homem. Revista de Saúde Pública, 46, 108-116.

- Gomes, R., & Nascimento, E. F. D. (2006). A produção do conhecimento da saúde pública sobre a relação homem-saúde: uma revisão bibliográfica. Cadernos de Saúde Pública, 22, 901-911.

- Carrara, Sérgio; Russo, Jane A.; Faro, Livi. A política de atenção à saúde do homem no Brasil: os paradoxos da medicalização do corpo masculino. Physis: revista de saúde coletiva, v. 19, n. 3, p. 659-678, 2009.

- . Lei nº 10.289, de 20 de setembro de 2001, que institui o Programa Nacional de Controle do Câncer de Próstata. Disponível em www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10289.htm. Acesso em 11 Jun.2018.

- AGAPITO, Esthefani Ribeiro. Gestão na saúde pública: perspectiva a cerca da gestão da saúde pública no Brasil e o SUS. Publicado em 1 de maio de 2017. Disponível em http://www.administradores.com.br/artigos/cotidiano/gestao-na-saude-publica/104331/. Acesso em 11 jun. 2018.

- Moreira, M. A., & Carvalho, C. N. (2016). Atenção Integral à Saúde do Homem: Estratégias utilizadas por Enfermeiras (os) nas Unidades de Saúde da Família do interior da Bahia. Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, 7(3), 121-132.

- Santana, E. N. D., Lima, E. M. D. M., Bulhões, J. L. F., Monteiro, E. M., & Aquino, J. M. D. (2011). A atenção à saúde do homem: ações e perspectivas dos enfermeiros. Revista Mineira de Enfermagem, 15(3), 324-332.

- . Portaria nº 1.319, de 5 de junho de 2007, que aprova diretrizes e orientações gerais para a realização do procedimento de vasectomia parcial ou completa. Disponível em bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2007/prt1319_05_06_2007.html. Acesso em 15 mai.2018.

- . Portaria nº 2.446, de 11 de novembro de 2014, que redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde. Disponível em bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2014/prt2446_11_11_2014.html. Acesso em 15 mai.2018.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.