AVALIAÇÃO INDIRETA DA FORÇA DOS MÚSCULOS DO CORE EM INICIANTES DE ACADEMIA

Marcia Aurora Soriano Reis, Mauro Antonio Guiselini, Priscyla Silva Monteiro Nardi, Guanis de Barros Vilela Junior, Paulo Henrique Marchetti

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar e classificar o nível de força de forma indireta os músculos do core em indivíduos ingressantes de academia baseados na proposta de avaliação de Kendall. A amostra foi composta por 1317 alunos ingressantes de uma academia de ginástica de São Paulo, submetidos a uma bateria de testes de avaliação física, sendo 536 do sexo masculino e 781 do sexo feminino, agrupados por faixas etárias entre 20 a 29 anos, 30 a 39 anos, 40 a 49 anos e 50 a 59 anos. Foram realizadas análises de percentual, onde o grupo total de sujeitos foi separado em diferentes amostras como gênero e idade, e comparados em relação ao percentual total dos escores obtidos no teste. Conclui-se que a grande maioria dos indivíduos não apresenta um grau adequado de força e estabilidade do core baseados na proposta de avaliação de Kendall.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.