ANÁLISE DO CONHECIMENTO DE ACADÊMICOS DE FISIOTERAPIA EM RELAÇÃO A PRIMEIROS SOCORROS

Ellen do Socorro Cruz de Maria, Marta Caroline Araújo da Paixão, José Wagner Cavalcante Muniz, Izabela Santos Teixeira, Polyana Barbosa de Oliveira

Resumo


Objetivos: Analisar o nível de conhecimento de acadêmicos de Fisioterapia de instituições de ensino superior da região metropolitana de Belém em relação a primeiros socorros. Métodos: Tratou-se de um estudo exploratório e analítico-discursivo realizado por meio de um questionário on-line elaborado através do Google Forms. Resultados: Participaram da pesquisa 118 acadêmicos, destes 62 (52,5%) pertenciam a faculdades públicas e 56 (47,5%) a faculdades privadas. Um total de 49,2% já vivenciaram situações que necessitavam de conhecimentos em primeiros socorros. De 116 pessoas, 77,6% acertaram o número do atendimento móvel de urgência, e apenas 89 responderam o questionamento sobre o número do corpo de bombeiros e 64% acertaram. 60,2% conhecem o objetivo da manobra de reanimação cardiopulmonar, entretanto, apenas 34,7% responderam corretamente a velocidade de aplicação e 86,4% não saberiam usar o desfibrilador externo. Em casos de queimaduras, engasgo e picada de animais peçonhentos, 66,9%, 83,3% e 40,7% responderam corretamente sobre qual procedimento adotar. Em um incidente envolvendo fraturas, apenas 30,5% saberiam agir com materiais como papelão e tecido. Dentre os participantes, 72% não se consideram aptos para atuar nas situações descritas, entretanto, todos (100%) consideram os conhecimentos em primeiros socorros importantes para a atuação profissional. Conclusão: Apesar da quantidade de acertos em determinadas questões, ainda existe uma lacuna a ser preenchida no que tange o conhecimento em primeiros socorros dos acadêmicos de fisioterapia participantes da pesquisa, fato este evidenciado pelo reconhecimento da sensação de despreparo por parte dos participantes. 


Palavras-chave


Primeiros socorros. Atendimento de urgência. Educação. Emergências. Conhecimento.

Referências


Oliveira M, Leonel A, Montezeli J, Gastaldi A, Martins E, Caveião C. Conception of undergraduate nursing students on the practice of health education on first aid. Rev Rene[Internet]. 2015;16(2):150-8.

Khatatbeh M. First aid knowledge among University Students in Jordan. International. Journal of Preventive Medicine, Jordan. 2016;7(24).

Ferreira M, Pereira S, Souto C, Virgínio N, Silva Júnior J, Santos A. O leigo em primeiros socorros uma revisão integrativa. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança. 2017;15(3):12-20.

Holanda S, Silva F, Lopes I, Nobre M, Bernardino A. Importância do treinamento do leigo em práticas de primeiros socorros. Mostra Científica de Biomedicina. 2018;3(1).

Pereira K, Paulino J, Saltarelli R, Carvalho A, Santos R, Silveira T et al. A construção de conhecimentos sobre prevenção de acidentes e primeiros socorros por parte do público leigo. R. Enferm. Cent. O. Min.2015;5(1):1478-1485.

Cordeiro A, Lima T. Fisioterapia em unidades de emergência: Uma revisão sistemática. Revista Pesquisa em Fisioterapia. 2017;7(2):276-281

Freire J, Carvalho M. O fisioterapeuta no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU: o que diz a equipe multiprofissional? Mostra de Fisioterapia da Unicatólica. 2017;2(1).

Andrade T, Silva M. Características dos enfermeiros no atendimento pré-hospitalar: concepções sobre a formação e exercício profissional. Enferm. Foco 2019;10(1):81-86.

Pereira R, Lacerda M, Venzel R, Oliveira L, Santos S, Cunha G. Suporte Básico De Vida: Capacitação de profissionais da saúde atuantes no interior do Amazonas. Anais do 13º Congresso Internacional da Rede Unida. 2018;4(1).

Saldanha M, Silva A, Fernandes A, Filoni E. Avaliação do conhecimento de universitários sobre os sinais e sintomas e primeiros socorros em parada cardiorrespiratória. Revista Brasileira de Educação em Saúde. 2016;6(1):08-14.

Cruz M, Camargo R, Ferreira A, Borges M, Cruz M, Simonato L. Conhecimentos sobre o serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU) da população de três municípios com realidades distintas. Arch Health Invest. 2017;6(6):269-274.

Galvão B, Andrade E, Paiva R, Lucas H, Santos W, Lima Neto A. The knowledge of health academics with regards to cardiopulmonar resuscitation in basic life support. Rev Fun Care Online. 2019;11(4):957-961.

Halawani M, Alghamdy D, Alwazae M, Alkhayal W. Knowledge and attitude of Saudi female university students about first aid skills. 1J Family Community Med. 2019;26(2):103-107.

Chen C, Gui L, Kan T, Li S, Qiu C. A survey of snakebite knowledge among field forces in China. Int J Environ Res Public Health. 2016;14(15).

Valente T, Nascimento M, Silva Junior F, Souza J, Martins C, Valente T et al. Importância de um atendimento pré-hospitalar efetivo a adultos vítimas de queimaduras: uma revisão integrativa. Rev. Bras. de Queimaduras. 2018;17(1).

Tavares L, Bezerra I, Oliveira F, Sousa L, Raimundo R, Sousa E et al. Knowledge of health sciences undergraduate students in objective tests on basic life support. Journal of Human Growth and Development. 2015;25(3):297-306.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.