MÉTODO PROPRIOCEPTIVO COMO MEDIDA PREVENTIVA DE QUEDAS EM IDOSOS

Rude Carlos Berne, Paulo Henrique Barbosa, Anderson Martelli

Resumo


Introdução: Propriocepção é a capacidade que o organismo apresenta em avaliar em que posição se encontra, e dessa forma, manter o equilíbrio parado, em movimento ou ao realizar esforços. Objetivo: Realizar uma revisão bibliográfica sobre a utilização do treinamento com propriocepção visando minimizar quedas em idosos. Métodos: A pesquisa foi realizada a partir de uma revisão da literatura especializada, sendo consultados artigos científicos publicados entre os anos de 2000 até o mais atual 2020 utilizando como descritores isolados ou em combinação: Propriocepção, quedas, idosos e treinamento. Resultados: Os resultados apontam que os idosos devem se manter ativos, estimulando suas capacidades físicas, e a propriocepção é uma delas, podendo ser realizado treinos em terrenos diversos, com implementos ou até mesmo em caráter de circuito, pois a necessidade de estimular e ativar o sistema nervoso central em resposta à adversidade proposta ajudaria o controle corporal evitando desequilíbrio e possíveis quedas. Conclusão: Vem crescendo os trabalhos do educador físico na propriocepção e elaboração de treinamento, sendo de fundamental importância para os idosos.

Palavras-chave


Propriocepção; Quedas; Idosos; Treinamento.

Referências


- Matsudo SM. et. al. Impacto do envelhecimento nas variáveis antropométricas, neuromotoras e metabólicas da aptidão física. Brasília. Rev. Bras. Ciên. e Mov., 2000; 8(4):21-32

- Treml CJ. et. al. O uso da plataforma Balance Board como recurso fisioterápico em idosos. Rio de Janeiro: Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 2013; 16(4):759-768.

- Camargos FFO. et. al. Estudo da propriocepção e desempenho funcional em idosos com osteoartrite de joelhos. Belo Horizonte: Rev. bras. fisioter. 2004; 8(1):13-19, jan.-abr.

- Antes DL. et. al. Propriocepção de joelho em jovens e idosas praticantes de exercícios físicos. São Paulo. Fisioterapia e Pesquisa, 2009;16(4):306-10;out./dez.

- Sargentim S. Passos T. Treinamento funcional no futebol. São Paulo, Phorte editora, 2012. p.53-54.

- Fonseca MCR et. al. Sistema sensório-motor articular: revisão da literatura. Fisioterapia e Pesquisa, 2007; 14(3):82-90.

- Martelli A, Zavarize SF, Hunger MS, Delbim LR. Aspectos clínicos e fisiopatológicos da rabdomiólise após esforço físico intenso. Biológicas & Saúde, 2014; 4(13).

- Zeigelboim BS. et al. 2010. Reabilitação labiríntica na vertigem periférica. São Paulo. Distúrb Comun, 2010. 22(3): 223-229.

- Mariano, E.R. et al. Força muscular e qualidade de vida em idosas. Rio de Janeiro. Rev. Bras. Gereatria. 2013. 16(4): 805-811.

- Aniteli TM. et. al. Desenvolvimento de equação para estimativa da gordura corporal de mulheres idosas com osteoporose e osteopenia através da espessura de dobras cutâneas tendo como referência absorciometria por dupla emissão de raios X. Niterói. Rev. Bras. Med Esporte. 2006. 12(6): 366-370.

- Gzh Saúde, Sarcopenia: entenda a perda de massa muscular na velhice. Disponível em: Acesso 20, ABR, 2020

- Martimbianco, A.L.C. et. al. Efeitos da propriocepção no processo de reabilitação das fraturas de quadril. São Paulo. Acta ortop. bras., 2008. 16( 2 ):112-116.

- Nishida SM. Como funciona o corpo humano? Sentindo o corpo por meio da propriocepção. UNESP. Disponível em: Acesso 26, ABR, 2020

- Vargas IQ. O efeito de exercícios do reformer e step chair do método do pilates na propriocepção do tornozelo. Porto Real. Universidade de Trás-dos-Montes e Alto Douro, 2013. Dissertação de Mestrado em Ciências do Desporto.

- Lustosa LP. et. al. Efeito de um programa de treinamento funcional no equilíbrio posturalde idosas da comunidade. São Paulo. Fisioterapia e Pesquisa, 2010. 17(2):153-6.

- Alencar TAM, Matias KFS. Abordagem da estabilização central em ciclistas. Anápolis. Revista Movimenta, 2009. p. 137-141.

- Nascimento, L.C.G. et. al. Efeito de quatro semanas de treinamento proprioceptivo no equilíbrio postural de idosos. Curitiba. Fisioter. Mov, 2012. abr/jun;25(2):325-31.

- Fernandes, A.M.B.L. et. al. Efeitos da prática de exercício físico sobre o desempenho da marcha e da mobilidade funcional em idosos. Fisioter. Mov, 2012. 25(4): 821-830.

- Macedo, D.O. et. al. Preensão palmar e mobilidade funcional em idosos com diferentes níveis de atividade física. São Paulo. Fisioter. Pesqui, 2014;21(2):151-155.

- Bechara, F.T ; SANTOS, S.M.S. Efetividade de um programa fisioterapêutico para treino de equilíbrio em idosos. Saúde e Pesquisa. Unicesumar, 2008; 1(1):15-20.

- Alferi, F.M. Distribuição da pressão plantar em idosos após intervenção proprioceptiva. São Paulo. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, 2008;10(2):137-142.

- Rinaldi, R. Os princípios do treinamento funcional. Disponível em: http://treinamentofuncional.queroconteudo.com/2013_06_01_archive.html?m=1 Acesso em: 2 abr. 2020.

- Geruza, M. Propriocepção. Disponível em: Acessado em: 2 Abr, 2020.

- Pripas, D. Como o pilates e o treinamento funcional podem prevenir lesões no trail running. Disponível em:: Acessado em: 2 abr. 2020.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.