EFEITOS DO MÉTODO PILATES NA PREVENÇÃO DE LESÕES MÚSCULOESQUELÉTICAS EM ATLETAS DE DIFERENTES MODALIDADES: ARTIGO DE REVISÃO

Fernanda Viriato Botelho Giufrida, Ticiane Marcondes Fonseca da Cruz, Fernando de Oliveira Rosa, Bruno de Souza Vespasiano

Resumo


Introdução: As lesões musculoesqueléticas em atletas acontecem com frequência por fatores intrínsecos e extrínsecos, tornando se necessárias a implementação de estratégias preventivas. O método Pilates é uma modalidade de treinamento que tem sido usada em um amplo espectro de aplicações clínicas, desde a reabilitação e melhora das capacidades físicas em vários esportes. Objetivo: A pesquisa teve como propostaavaliar os efeitos do método Pilates na prevenção de lesões musculoesqueléticas em atletas de diferentes modalidades. Métodos: Através de uma revisão sistemática foram selecionados e analisados artigos e livros nacionais e internacionais em bases de dados acadêmicos. Resultados: O método Pilates mostrou-se uma ferramenta terapêutica eficaz na prevenção de lesões musculoesqueléticas em atletas de diversas modalidades. Sendo assim, pode ser utilizado como estratégia na prevenção de lesões musculoesqueléticas em atletas de diferentes modalidades. Conclusão: Visto a escassez de pesquisas específicas sobre este tema, faz-se necessário novos estudos sobre os efeitos do método Pilates na prevenção de lesões em atletas de diferentes modalidades esportivas.

Palavras-chave


Pilates, treinamento físico, lesões esportivas, lesões musculoesqueléticas, prevenção.

Referências


- Anderson B, Spector A. Introduction to Pilates-based rehabilitation. Orthopaedic Physical Therapy Clinics of North America. 2000;9(3):395-402.

- Gross J, Fetto J, Rosen E. Exame Musculoesquelético. São Paulo: Artmed; 2005.

- Weisenthal MB, Beck CA, Maloney MD, Dehaven KE, Giordano BD. Injury rate and patterns among CrossFit athletes. Orthopedic Journal of Sports Medicine.2014;2(4): 1- 6.

- Gissane C, White J, Kerr K, Jennings D. An operational model to investigate contact sports injuries. Medicine & Science in Sports & Exercise.2001;33(12):1999-2003.

- Dantas EHM. A prática da preparação física. 3 ed. Rio de Janeiro: Shape; 1995.

- Wells C, Kolt G, Bialocerkowsk A. Defining Pilates exercise: A systematic review. Complementary Therapies in Medicine. 2012; 4(1):253-262.

- Ferreira AC, Fernandes JA, Laranjo L, Bernardo LM, Silva A. A systematic review of the effects of Pilates Method of exercise in healthy people. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation. 2011; 92:2071-2081.

- Sacco ICN, Andrade MS, Souza PS, Nisiyama M, Cantuária AL, Maeda FYI, Pikel M. Método Pilates em revista: aspectos biomecânicos de movimentos específicos para reestruturação postural – Estudos de caso. Revista Brasileira Ciência e Movimento.2005;13(4): 65-78.

- Muscolino JE, Cipriani S. Pilates and the ‘‘powerhouse’’. Journal of Bodywork and Movement Therapies. 2004; 15-24.

- Anderson B, Spector A. Introduction to Pilates-based rehabilitation. Orthopaedic Physical Therapy Clinics of North America. 2000; 9(3):395.

- Bertolla F, Baroni BM, Leal J, Pinto CE, Oltramari JD. Efeito de um programa de treinamento utilizando o método Pilates® na flexibilidade de atletas juvenis de futsal. Revista Brasileira Medicina e Esporte.2007;13(4)222-226.

- Kolyniak IEG, Cavalcanti SMB, Aoki MS. Avaliação isocinética da musculatura envolvida na flexão e extensão do tronco: efeito do método Pilates. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2004.

- Aparicio E, Pérez J. O autêntico método Pilates: a arte do controle. São Paulo: Editora Planeta Brasil; 2005.

- Massey, P. How to prevent and overcome sports injuries. Sport Pilates London: Cico Books; 2011.

- Camarão TC. Pilates com bola no Brasil: corpo definido e bem estar. Rio de Janeiro: Elsevier; 2005.

- Nahas MV, Garcia LMT. Um pouco de história, desenvolvimentos recentes e perspectivas para a pesquisa em Atividade Física e Saúde no Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte.2010; (24):135-148.

- Altman DG, Moher D, Liberati A, Tetzlaff J. Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: The PRISMA Statement. Journal of the America Physical Therapy Associaton.2009; (89):873-880.

- Vespasiano BS, Oliveira JR, Penteado RZ, Cesar MC. O professor de Educação Física no Sistema único de Saúde: sua prática e resultados: estudo de revisão. Saúde Revista.2017; 17(46)78-98.

- Blount T, McKenzie E. Pilates básico: Programa doméstico de exercícios inspirado no método de Joseph Pilates. Barueri: Editora Manole; 2006.

- Comunello JF. Método Pilates: aspectos históricos e princípios norteadores: uma revisão de literatura. Instituto Salus; 2011.

- Dutra AM, Cardoso AM. Método mat pilates no tratamento do quadro álgico na lombalgia crônica: estudo observacional. Revista Científica Escola Estadual Saúde Pública Cândido Santiago-RESAP.2018; 4(1)15-24.

- Finatto, P. Efeitos de um treinamento de Pilates sobre variáveis fisiológicas e biomecânicas da corrida [dissertação]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2015.

- Machado CANR. Efeitos de uma abordagem fisioterapêutica baseada no método Pilates, para pacientes com diagnóstico de lombalgia, durante a gestação. Fisioterapia Brasil. 2006; 1518-9740.

- Pilates JH. A obra completa de Joseph Pilates: Sua Saúde e O retorno à vida pela Contrologia. São Paulo: Phorte; 2010.

- Pires DC, Sá CKC. Pilates: notas sobre aspectos históricos, princípios, técnicas e aplicações. Educación Física y Deportes Revista Digital.2005;10(90).

- McGill S. Core Training: evidence translating to better performance and injury prevention. Strength and Conditioning Journal.2010; 32:33-46

- Santana FJ, Fernandez E, Marbán R. The effects of the pilates method on the strength, flexibility, agility and balance of professional mountain bike cyclist. Journal of Sport and Health Research. 2010; 2(1): 41-54.

- Poletto R, Toigo A. Efeitos da prática do Método Pilates em atletas de diferentes modalidades. Saúde e Desenvolvimento Humano. 2007; 5(59); (10):18316.

- Gouveia AM. Efeitos do método pilates em atletas de alto rendimento [monografia]. Minas Gerais: Centro Universitário de Lavras; 2019.

- El-sayed SL, Mohammed MS, Abdullaha HF. Impact of Pilates exercises on the muscular ability and components of jumping to volleyball players. World J. Sport Sciences.2010; 3:712-718.

- Manshouri M, Rahnama N; Khorzoghi MB. Effects of pilates exercises on flexibility and volleyball serve skill in female college students. International Journal of Current Research.2014; 6(12): 11188-11192.

- Botelho FV, Murakami LV. Implantação de um programa de atividades para prevenção de lesões musculoesqueléticas em atletas do time de handebol masculino juventude do Colégio Londrinense, Londrina – PR [monografia]. Paraná: Centro Universitário Filadélfia – UniFil; 2008.

- Deliberato P. Fisioterapia Preventiva: Fundamentos e Aplicações. São Paulo: Manole; 2002.

- Meurer MC. Estratégias de Prevenção de Lesões Musculoesqueléticas Adotadas por Clubes de Elite do Futebol Brasileiro [monografia]. Porto Alegre: Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA; 2016.

- McBain K, Shrier I, Shultz R, Meeuwisse WH, Klugl M, Garza D, Gordon MO. Prevention of sport injury II: a systematic review of clinical Science research. British Journal of Sports Medicine. 2012; 46(3):174-9.

- Tiggelen DV, Wickes S, Stevens V, Roosen P, Witvrouw E. Effective prevention of sports injuries: a model integrating efficacy, efficiency, compliance and risk-taking behaviour. British Journal of Sports Medicine.2008; 42:648-652.

- Botelho CI. Prevenção de lesões em atletas de Jiu-jitsu utilizando o método Pilates: uma proposta de tratamento [monografia]. Santa Catarina: Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC; 2011.

- Costa IC, Mejia DPM. Os benefícios do Método Pilates na prevenção de lesões de atletas de alto rendimento [monografia]. São Paulo: Faculdade Cambury; 2005.

- Fernandes S, Ferreira AC. O efeito do método de pilates na prevenção de lesões em bailarinos. Journal of Sports Science.2015; 11:33-34.

- Cohen M, Abdalla RJ. Lesões nos esportes: diagnóstico, prevenção, tratamento. Rio de Janeiro: Revinter; 2003.

-Bianchi AB, Antunes MD, Paes BJS, Brunetti RC, Morales RC, Wittig DS, Bertolini SMMG. Estudo comparativo entre os métodos Pilates no solo e Water Pilates na qualidade de vida e dor de pacientes com lombalgia. Cinergis. 2016; 17(4).

-Dal Pai V. Esporte e lesão muscular. Revista Brasileira Neurológica. 1994; 30(2):45-48.

- Faulkner JA, Brooks SV, Opiteck JA. Injury to skeletal muscle fibers during contractions: conditions of occurrence and prevention. Physical Therapy, 1993; 73(12):911-921.

-Feitoza JE, Junior JM. Lesões desportivas decorrentes da prática do atletismo. Journal of Physical Education. 2000;11(1):139-147.

- Freitas EC, Prodanov CC. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale; 2013.

- Kisner C, Colby LA. Exercícios terapêuticos: fundamentos e técnicas. 4.ed São Paulo: Editora Manole; 2005.

- Lasmar NP, Camanho GL, Lasmar RCP. Medicina do esporte. Rio de Janeiro: Revinter; 2002.

- Matsudo, VKR. Lesões ósteo-musculares e a prática da aeróbica. Revista Brasileira de Ciência e Movimento.1990; 4(2):62-70.

- Safran MR, McKeag D, Camp SPV. Manual de medicina esportiva. São Paulo: Manole; 2002.

- Shedden M, Kravitz L. Pilates exercise. A research-based review. Journal of Dance Medicine& Science.2006;10(3-4):111-6.

OBSERVAÇÃO: Os autores declaram não existir conflitos de interesse de qualquer natureza.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.