PESPECTIVAS SOBRE O TRABALHO DO FISIOTERAPEUTA NA ATENÇÃO BÁSICA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Nágila Silva Alves, Evandro Raimundo Madeira Portela, Fernanda de Sousa Gonçalves, Taciane da Silva Guimarães, Ana Jéssica Ferreira Alencar, Eveline de Sousa Mendes, Julianne Silva de Carvalho Albuquerque, Isabele Alves de Sousa, Rosana Maria Nogueira Gonçalves Soares, Luinê Ferreira de Oliveira

Resumo


Introdução: Historicamente, o profissional Fisioterapeuta é visto como um assistente no nível de atenção terciário, devido à concepção predominantemente reabilitadora que a profissão ainda apresenta na comundade. Todavia, sabe-se que quando inserido na atenção primária pode ser um profissional de grande valia nas ações de promoção de saúde, prevenção de doenças e educação em saúde. Objetivo: Investigar através de uma revisão integrativa a importância, a inserção e atuação da Fisioterapia e o trabalho desenvolvido pela mesma junto a Atenção Primária. Métodos: Esta pesquisa trata-se de uma revisão integrativa realizada nos meses de Abril e Maio de 2019, através das bases eletrônicas, LILACS, MEDLINE e SciELO, por meio do portal regional da biblioteca virtual em saúde (BVS), onde foram selecionados quinze artigos. Resultados: Foram coletadas informações de sete estudos de caráter transversal e tabeladas expondo as principais relevâncias dos artigos selecionados. Conclusão: O Fisioterapeuta está conquistando seu espaço na saúde coletiva e adquirindo importância nos serviços de atenção primária. A relação harmoniosa entre o fisioterapeuta e a atuação na saúde coletiva está gerando novas reflexões sobre a atuação da Fisioterapia, tendo em vista uma nova lógica de organização dos serviços de saúde.


Palavras-chave


Fisioterapia. Saúde Coletiva. Atenção Primária.

Referências


MACIEL, R.V.; SILVA, P.T.G.; SAMPAIO, R.F.; DRUMMOND, A.F. (2005) Teoria, prática e realidade social: uma perspectiva integrada para o ensino de Fisioterapia. Fisioterapia em Movimento. Curitiba, v.18, n.1, p.11-17.

BISPO JÚNIOR, J.P. (2010) Fisioterapia e saúde coletiva: desafios e novas responsabilidades profissionais. Ciência & Saúde Coletiva, vol 15.

AVEIRO, M.C et al., (2011) Perspectivas da participação do fisioterapeuta no Programa Saúde da Família na atenção à saúde do idoso. Ciência & Saúde Coletiva, 16(Supl. 1):1467-1478.

NEVES, Laura Maria Tomazi; ACIOLE, Giovanni Gurgel. (2011) Desafios da integralidade: revisitando as concepções sobre o papel do fisioterapeuta na equipe de Saúde da Família. Interface (Botucatu), Botucatu, v.15, n. 37.

BAENA, Cristina Pellegrino; SOARES, Maria Cristina Flores. (2011) Fisioterapia e integralidade: novos conceitos, novas práticas: estamos prontos? Fisioterapia Brasil, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p.133-138.

PEIXOTO, F.F.; MATTOS, M.F.O.; BARBOSA, E.G. (2007) Atuação da Fisioterapia na atenção básica: revisão bibliográfica. Trabalho de Conclusão de Curso do curso de Fisioterapia da Universidade Vale do Rio Doce. Governador Valadares.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. (2008) O desafio do conhecimento. 11 ed. São Paulo: Hucitec.

CRUZ, T.S.; RODRIGUES, F.; BELETTINI, N.P.; CERETTA, L.B.; COELHO, B.L.P.; TUON, L.(2010) Diagnóstico de Saúde e Atuação do Fisioterapeuta nas Unidades Básicas de Saúde. Fisioterapia Brasil, vol. 11, p. 439-444.

LOURES, Liliany Fontes; SILVA, Maria Cecília de Souza. (2010) A interface entre o trabalho do agente comunitário de saúde e do fisioterapeuta na atenção básica à saúde. Ciência & saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 4.

RAGASSON, C.A.P.; ALMEIDA, D.C.S.; COMPARIN, K.; MISCHIATI, M.F.; GOMES, J.T. (2006) Atribuições do fisioterapeuta no programa de saúde da família: reflexões a partir da prática profissional. Revista Olho Mágico, v.13, n.2, p. 1-8.

FREITAS, M.S. (2006) A Atenção Básica como campo de atuação da Fisioterapia no Brasil: as diretrizes curriculares resignificando a prática profissional [tese]. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

REZENDE, M. et al. (2009) A equipe multiprofissional da ‘Saúde da Família’:uma reflexão sobre o papel do fisioterapeuta. Ciência & Saúde Coletiva, v.14, Suplemento 1, p. 1403-1410.

NAVES, Cristiane Roberta; BRICK, Vanessa de Souza. (2011) Análise quantitativa e qualitativa do nível de conhecimento dos alunos do curso de Fisioterapia sobre a atuação do fisioterapeuta em saúde pública. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.16, p. 1525-1534.

NOVAIS, B.K.L.O; BRITO,G.E.G.(2011) Percepções sobre o trabalho do fisioterapeuta na atenção primária. Rev APS. out/dez; v.14, n.4, p.424-434.

D. F. F. Carvalho ; R. Siqueira-Batista.(2017) Fisioterapia e Saúde da Família: inserção, processo de trabalho e conflitos. Vittalle. v. 29, n. 2, p.135-145.

NOGUEIRA, M.S ; FLAUSINO, T.C.(2015) Inserção do fisioterapeuta na atenção básica: revisão de literatura. Ciência e Saúde Coletiva. v.16, n.1, p.1023-28.

BIANA VL, TEIXEIRA GM, SILVA CVL, BISPO EPF, SILVA MV. (2014) Atuação do fisioterapeuta na saúde da família: desafios e conquistas. J Health Sci Inst.v.32, n.2, p.211-18.

LOURES, Liliany Fontes; SILVA, Maria Cecília de Souza. (2010) A interface entre o trabalho do agente comunitário de saúde e do fisioterapeuta na atenção básica à saúde. Ciência & saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 4.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.