Qualidade de vida no ambiente de trabalho onde há prática da ginástica laboral

Ana Claudia Castilho, Cristiano Santos Nadal, Daiana Menarim, Letícia Lorena de Vasconcelos, Paula Fernanda Cellarius, Guanis de Barros Vilela Junior

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar  qualidade de vida de trabalhadores de uma  empresa  de  Ponta  Grossa  –  PR,  de  ambos  os  sexos  que  praticam  a ginástica  laboral  como  atividade  física  regularmente.  Foi  aplicado  o Questionário  de  Avaliação  de  Qualidade  de  Vida  e  da  Saúde  (QVS-80), composto por 80 questões onde são encontrados quatro domínios: da saúde, da atividade  física, do ambiente ocupacional e da percepção da qualidade de vida. Os resultados encontrados para o impacto da saúde na qualidade de vida foi de 16,87%, já no domínio da atividade física o impacto foi de 48,70%, no ambiente ocupacional o impacto foi de  16,57% e no impacto da percepção da qualidade  de  vida  o  resultado  foi  de  17,86%.  Portanto  no  que  diz  respeito  à saúde,  ao  ambiente ocupacional e à percepção da Qualidade de Vida, estas pessoas  obtém  um  impacto  positivo  em  suas  vidas,  enquanto  que  para  a atividade  física  o  impacto  não  foi  positivo,  ou  seja,  estão  em  déficit  com  a mesma.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.