RELAÇÕES ENTRE A PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS E OS SABERES SOBRE A APTIDÃO FÍSICA EM ESCOLARES

Ademir Testa Junior, Ídico Luiz Pellegrinotti, Wanderson Barcellos, Jhonathan Aparecido Rosa

Resumo


O sedentarismo é um dos principais problemas de saúde pública em todo o mundo. O estudo da motivação para a vida ativa busca os motivos que levam os indivíduos a praticarem atividades físicas ou não. Assim sendo objetivou-se avaliar a influência do conhecimento sobre exercícios físicos no nível de prática de atividades físicas de jovens alunos do ensino médio de uma escola pública municipal. Trata-se de um estudo de corte transversal e abordagem quantitativa, utilizando-se um questionário de aprendizagem (QA) para verificação do nível de conhecimento e o questionário (IPAQ) para o nível de atividade física. A maioria dos avaliados que mostraram um melhor nível de conhecimento sobre saúde, atividade física, aptidão física, e que conseguiram responder, relacionar e estabelecer propostas, apresentaram as maiores porcentagens de indivíduos muito ativos e ativos, sendo que os que não conseguiram responder as questões ou não conseguiram relacionar os temas mostrou maiores porcentagens de indivíduos irregularmente ativos e sedentários. Concluímos que o fato de se conceituar saúde, qualidade de vida e atividade física, conhecer os componentes da aptidão física, saber estabelecer relações entre os mesmos e ações que podem melhorar esses fatores, parecem influenciar positivamente sobre o nível de prática de atividades físicas entre os jovens.


Palavras-chave


Exercício. Atividade física; Aptidão física; Adolescente; Educação

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.