AUTO LIBERAÇÃO MIOFASCIAL X ALONGAMENTO ESTÁTICO: EFEITOS SOBRE A FLEXIBILIDADE DE ESCOLARES

Leticia Sousa de Carvalho, Vitoria Andrade Araujo, Elielbson Santos de Souza, Rafael Magalhães Carvalho dos Santos, Weberti Veloso Mendonça, Jorge Raphael Lopes Arruda, Ricardo Alexandre Rodrigues Santa Cruz

Resumo


O objetivo do presente estudo foi comparar os efeitos agudos das técnicas de Auto Liberacão Miofascial (ALM) e Alongamento Estático (AE) sobre a flexibilidade dos músculos isquiotibiais em adolescentes praticantes de aulas de Educacão Fisica. Para tanto, foram avaliados 35 escolares de ambos os sexos (16,8 ± 1,26 anos, estatura 168,7 ± 0,07 cm e massa corporal de 64,9 ± 8,8 5 Kg) que foram divididos em dois grupos de forma aleatória: Grupo Alongamento Estático (GAE - 15) composto por nove meninos e seis meninas e Grupo Auto Liberacão Miofascial (GALM – 20) formado por 14 meninos e seis meninas. Antes e apos a intervencão foi realizado o teste de sentar e alcançar para a avaliação da flexibilidade. Em seguida foram realizadas as técnicas de ALM e AE nos músculos Piriformes, Isquiotibiais, Banda Iliotibial, Quadríceps, Adutores, Gastrocnêmicos e da Coluna Torácica, compostas por sete conjuntos de exercicios com duracão de 30 segundos de estimulo por 15 segundos de pausa. Assim, o volume de trabalho realizado nas condições de ALM e AE foi equalizado. O tempo total das duas técnicas, incluindo o repouso foi de 15 minutos. Foi encontrado uma melhora de 10,2% (3,8 ± 0,7 cm) para o GAE e um efeito signifcativo para o GALM após a aplicação da ALM de 17,1% (6,1 ± 1,5 cm), com (p <0,05). A aplicação do AE e da ALM em adolescentes escolares resultou em aumento imediato na flexibilidade do isquiotibiais. No entanto, pudemos ver que a técnica de ALM foi mais efcaz.

Palavras-chave


Flexibilidade, Auto liberacão Miofascial, Foam roller

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.