EFEITO DE UM PROGRAMA DE REABILITAÇÃO NA QUALIDADE DE VIDA DE MULHERES PORTADORAS DE INCONTINÊNCIA URINARIA

Rebecca Gonçalves da Silva, Angelica Castilho Alonso, Rita de Cássia Ernandes, Fernanda Antico Benetti

Resumo


Introdução: A Incontinência Urinaria (IU) é um tipo de disfunção do trato urinário inferior que pode acontecer quando há alterações no processo fisiológico da micção. O uso de exercícios terapêuticos tem se mostrado muito eficaz no tratamento da IU, com a finalidade de melhorar a eficácia do esfíncter uretral durante os períodos de aumento da pressão intra-abdominal Objetivo: avaliar a eficácia dos exercícios perineais e da eletroestimulação vaginal na qualidade de vida de mulheres portadoras de incontinência urinária Método: 10 mulheres  com média de idade 55,2 (12,4) anos variando entre 40 a 76 anos com diagnóstico de Incontinência Urinária (IU) foram submetidos a uma serie de exercícios perineais e eletroestimulação. Foi utilizado o questionário especifico para IU “Incontinence Quality of Life Instrument” (I-QOL) para avaliação dos pacientes. Resultados: Houve uma melhora no escore geral do I-QOL porém sem valores estatisticamente significantes. Conclusão: Exercícios terapêuticos associados com eletroestimulação não apresentou melhora na qualidade de vida de pacientes com incontinência urinária num período de 10 sessões.


Palavras-chave


Incontinência Urinária; Qualidade de Vida; Fisioterapia.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.