RELAÇÃO ENTRE ÍNDICE DE MASSA CORPORAL DE QUÉTELET E O DE TREFETHEN

Peters Westphal, Cleberson Ferreira, Mirian Adamczeski, Letícia Camargo, Rubens dos Santos, Ana Carolina Massaneiro, Emanoel Griten, Vivian Yabu, Michele Cordova, Miguel Ribas Jr, Josiane Riske, Juliana Cássia, Luis Rikowski, William Cordeiro de Souza

Resumo


Objetivo: Relacionar o IMC de Quételet e o IMC proposto por Trefethen. Métodos: A amostra intencional foi constituída por 31 indivíduos (15 homens e 16 mulheres) acadêmicos de educação física, com idades entre 18 e 58 anos. Para avaliação do estado nutricional foi avaliado a massa corporal e a estatura. Através desses dados foi calculado o IMC utilizado às formulas: IMC Quételet= Massa Corporal/(Estatura)2 e IMC Trefethen= Massa corporal (Kg)x1,3/(altura)2. Para a classificação do estado nutricional de ambas as propostas do IMC utilizaram-se como referência os pontos de corte sugeridos pela OMS. Na análise dos dados realizou-se a estatística descritiva, o fator de correlação de Pearson (r) foi realizado para verificar as associações entre os métodos. Recorreu-se ao teste do Qui-quadrado para verificar a relação entre as frequências percentuais nos resultados obtidos. Foi adotado um nível de significância de p<0,05. Resultados: Foi encontrada uma relação muito forte e significante (r=0,99; p= <0,001); com um intervalo de confiança de IC 95%= 0,96-0,99 entre o IMC Quételet e o IMC Trefethen. Nas comparações entre as porcentagens de classificação não apresentou diferenças significativas entre os resultados. Conclusão: O IMC de Trefethen apresentou uma correlação muito forte e significante com o IMC de Quételet. Sendo assim, esse novo método antropométrico apresenta-se como uma nova ferramenta na avaliação do estado nutricional.

Palavras-chave


Método Antropométrico, Equação, Estado Nutricional

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.