Estado nutricional de escolares da cidade de Ponta Grossa - PR

Elton Bonfim Gomes, Haelen Paola Oliveira, Guanis de Barros Vilela Junior

Resumo


O presente trabalho objetivou avaliar o estado nutricional de crianças por meio de técnicas antropométricas. A amostra foi constituída por 45 crianças de uma escola  municipal  de  ensino  público  da  cidade  de  Ponta  Grossa  –  PR  com média de 9,12± 1,15 anos. Foram avaliadas a massa (kg) e a estatura (m) e o índice  de  massa  corporal  (kg/m2)  foi  calculado  para  a  análise  do  estado nutricional  de  acordo  com  as  normativas  publicadas  por  Conde  e  Monteiro (2006).  Os  resultados  apontam  que  86%  e  80%  para  8  e  9  a  nos respectivamente estão dentro dos limites desejáveis do IMC/IDADE esperado, contudo  7%  apresentaram-se  com  excesso  de  peso  e  obeso  para  8  anos  e 17% e 3% apresentaram-se como estando com excesso de peso e baixo peso, respectivamente para 9 anos. Conclui-se que esta prevalência da  maioria dos avaliados apresentarem-se com o IMC dentro dos padrões esperados para a idade possa se devido ao processo natural de desenvolvimento das crianças e pelo  estilo  de  vida  mais  simples  das  mesmas  que  propicia  a  prática  de atividades físicas variadas durante o contra turno escolar.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.